Ou navegue pelas categorias

Empreendedorismo

Dropshipping: O que é e como ter sua loja online

Uma das formas mais acessíveis de ter uma loja online é com o dropshipping. Conheça esse formato e descubra como criar um ecommerce e fazer drop shipping mesmo sem ter nenhum produto.

dropshipping o que e e como funciona2 scaled 2

Como o crescimento do ecommerce nos últimos anos, tem aumentado também o número de pessoas interessadas em uma modalidade específica de loja virtual: o dropshipping.

Ter uma loja dropshipping é uma das formas mais comentadas de montar seu negócio online. Neste post, você vai entender o que é o dropshipping, como fazer dropshipping e quais os primeiros passos para você montar seu próprio negócio na Internet.

Dropshipping: o que significa?

Há quem escreva dropshipping junto e também drop shipping separado. Na Wikipedia, o termo é escrito separado e, segundo o site, drop shiping pode ser definido como “estoque na fonte”. Em resumo, o significado de dropshipping nada mais é do que uma forma de venda onde o vendedor não mantém os produtos em estoque.

Dropshipping: o que é e como funciona?

Em linhas gerais, você não precisa ter o produto em estoque para fazer a venda. Seus clientes compram na sua loja, mas quem produz e entrega a mercadoria é seu fornecedor. Quando um cliente faz um pedido no seu site, você solicita ao seu fornecedor que envie o produto diretamente ao cliente.

Desta forma, você pode ter uma enorme variedade de produtos em sua loja virtual, mas não precisa manter um estoque, já que essa etapa é feita pelo fornecedor dropshipping.

Você pode gostar...

A maior vantagem de fazer dropshipping

Para muitos empreendedores, é difícil imaginar um ecommerce sem estoque. Contudo, esta é uma das maiores vantagens do drop shipping: baixo custo. Com esta modalidade de loja virtual, você fará a compra do produto apenas quando realizar uma venda. É um modelo bem simples de entender se fizermos uma analogia com um prestador de serviços terceirizado.

Imagine que na sua empresa, algumas vezes por semana, você precise que alguém faça uma limpeza. Você não precisa contratar uma pessoa que fique todos os dias da semana se ela irá trabalhar apenas dois dias. Logo, quando você precisar daquele serviço, você fará a contratação.

Saiba mais: Empreendedorismo Digital: Ideias para criar seu próprio negócio online

No dropshiping é parecido. Você não precisa ter o produto parado no estoque esperando alguém comprar. Com seu ecommerce dropshipping, quando alguém fizer o pedido daquele produto, você faz a encomenda ao seu fornecedore que irá enviar direto para a casa do cliente. Com isso, você não precisa manter um estoque grande, nem se preocupar com a logística dos produtos.

Dropshipping é legal?

Se você já pesquisou sobre drop shiping, deve ter visto muitas referências à fornecedores de países asiáticos, especialmente da China. Você deve ter ser perguntado se dropshipping é legal? A resposta é sim: dropshipping é legal. Porém, assim como qualquer outro negócio, precisa respeitar as leis de importação e impostos.

Como este é um tema que exige conhecimento de especialistas, recomendo que depois de ler este texto, se quiser iniciar seu negócio dropshiping, você entre em contato com seu contador.

Além disso, hoje há muitos fornecedores dropshipping nacionais. Mais adiante trarei alguns lugares onde você pode saber mais sobre eles. O dropshipping nacional vem crescendo e ajudando as lojas virtuais a diminuir uma das principais desvantagens do dropshiping: a demora na entrega.

Como montar um ecommerce dropshipping?

Até aqui, de forma resumida, você viu alguns termos básicos sobre como funciona o dropshipping. Agora, quero explorar um pouco mais sobre como funciona na prática ter uma loja virtual neste modelo. O drop shipping não difere muito de um ecommerce tradicional. A principal diferença entre ter uma loja virtual comum e uma loja dropshipping está na parte do estoque e logística.

Os demais elementos como marketing, atendimento ao cliente, escolha de produtos e a parte técnica de montar a loja, são praticamente os mesmos nos dois formatos.

O que muda é na parte de trás do balcão. Ao invés de ter uma gestão do seu estoque, manusear os produtos e fazer o envio, você irá se conectar aos fornecedores dos produtos que vende. Você irá receber os pedidos e transmitir para seus fornecedores, que farão o envio para o cliente. Por isso, saiba que este é um tema amplo e com muitas oportunidades.

Primeiro passo: Escolher seu nicho de mercado

Ao mesmo tempo em que ter uma loja dropshipping é interessante, saiba que há muita competição no ecommerce. Desta forma, ter seus diferenciais é importante. Um dos principais diferenciais é seu nicho de atuação e seleção dos produtos. Esse é o primeiro passo para quem quer montar uma loja virtual.

Procure um nicho de mercado interessante ou, quem sabe, até um micronicho. Na medida em que as vendas acontecerem, você pode expandir. Há um tempo conheci uma pessoa que começou vendendo apenas brincos com gatos. Eram vários brincos com a temática de gatos, um micronicho.

Depois, com o aumento das vendas e ganho de experiência, ela aumentou a variedade de produtos e começou a oferecer canecas, camisetas, quadros, vários produtos com a temática gatos.

Com este exemplo, fica fácil entender como se diferenciar. Acredito que uma das formas mais inteligentes é a seleção dos produtos. Você será um curador para seu público, onde irá buscar e oferecer os itens mais legais com seus diferenciais. Isso pode te ajudar a se tornar uma referência e, o melhor: cobrar mais caro por esse trabalho de seleção. Fica a dica de como eu começaria meu negócio dropshipping.

Saiba mais: 15 filmes que todo empreendedor deveria assistir

Segundo passo: Plataforma de venda

Este é um tema delicado e depende de vários fatores. A escolha de uma plataforma para criar sua loja depende de quesitos como tamanho do seu catálogo de produtos, funcionalidades que você precisa, entre outros pontos. Ao pesquisar no Google, uma das plataformas de dropshipping mais citadas é a Shopify.

Vale a pena dar uma olhada e ver se ela atende suas necessidades. Outra forma de encontrar sua plataforma de venda é conferir se as mais populares oferecem os recursos que você precisa. Neste link separamos algumas plataformas baratas para montar sua loja virtual.

Você pode gostar...

Saiba mais: Criar loja online: 6 ferramentas baratas para montar o seu ecommerce

Terceiro passo: Fornecedores dropshipping

Esta é uma das partes mais trabalhosas e importantes de uma loja virtual: a escolha dos fornecedores confiáveis dos seus produtos. Como dito acima, a maioria dos fornecedores hoje são da China. O dropshipping Brasil vem crescendo, mas ainda é pequeno em relação ao país asiático.

Ao pesquisar no Google, você irá encontrar vários artigos e vídeos falando sobre listas de fornecedores de drop shipping. Como é um processo de escolha de um parceiro de negócios, é importante pesquisar bastante.

Dentre os fornecedores internacionais de dropshipping mais citados estão:

Oberlo
Aliexpress
Alibaba
Gearbest

Dropshipping o que é e como funciona?

Estes já são nomes para você ter um ponto de partida para começar a entender onde encontrar seus produtos.

Já entre os fornecedores nacionais de dropshipping Brasil estão:

Imagem Folheados
Kompass
PontoMix
Xtreme Atacado

Dicas para encontrar fornecedores

1. Entenda a diferença entre eles

Ao entrar neste universo, você verá que há várias formas de ser um fornecedor. Existem os importadores exclusivos, que detém o direito de importar algo e vender aos varejistas locais.

Há também os fabricantes. Neste modelo, você pode fazer a transação dos produtos direto com quem fabrica. Costuma ser comum com roupas.

Você pode gostar...

Outra modalidade são os distribuidores, que compram grandes quantidades de um determinado produto e revendem.

2. Faça uma experiência

Antes de fechar algum negócio ou oferecer algum produto em seu ecommerce, teste o fornecedor. Veja se o produto é de qualidade, se a entrega é feita corretamente e se há algum problema no processo.

3. Faça uma imersão no mercado

Em um primeiro momento, encontrar fornecedores pode parecer muito complicado. Mas, na medida em que você tem mais clareza do que busca e quanto deseja lucrar, vai ficando mais fácil. Uma forma de encontrar fornecedores é participar de grupos de discussão na Internet.

No Facebook há vários. Há também blogs especializados e cursos que você pode fazer para pegar dicas e atalhos para montar seu ecommerce. Quanto mais informações você tiver antes de começar, melhor será seu resultado.

Saiba mais: Telegram: Como achar e participar dos melhores canais e grupos

4. Divulgar sua Loja Virtual

Depois de colocar seu ecommerce dropshipping no ar, vem a etapa de divulgação. Neste ponto, seu marketing terá um papel decisivo para suas vendas. Por isso, minha primeira dica é planejar seu marketing e definir como será a divulgação da sua loja.

Entre as principais formas de promover seu drop shipping é usar as rede sociais e o Google, especialmente com anúncios. Aqui entra a importância da primeira etapa do seu projeto: escolher um nicho de mercado atrativo.

Ao aliar o dropshipping com o marketing digital, você tem grandes oportunidades de vender. Existem várias formas de promover sua loja. Vou listar aqui algumas e, junto, artigos mais aprofundados para você saber mais.

Você pode gostar...

1. Marketing de Busca

Definir as palavras-chaves do seu negócio e usá-las em seus conteúdos, junto com táticas de SEO, vai permitir que quando as pessoas pesquisem por esses termos no Google, sua loja possa aparecer.

Por isso, produzir conteúdo com foco em SEO para estar bem posicionado no Google, é uma das formas de atrair mais visitas e fazer mais vendas.

2. Marketing nas Redes Sociais

Outra forma de divulgar sua loja virtual é nas Mídias Sociais. Ter uma conta no Instagram, no Facebook ou um canal no YouTube, pode ser uma forma de gerar engajamento e viralizar seus produtos.

Ao promover seu negócio nas Mídias Sociais, você também conta com um elemento importante para alavancar suas vendas: o engajamento dos seus seguidores. O que ajuda a divulgar ainda mais seus produtos e a gerar prova social.

3. Marketing com influenciadores

Contar com a audiência dos influenciadores é uma ótima forma de gerar visibilidade mais rápido. Existem vários profissionais no Instagram, no YouTube e em blogs que podem ser contratados para promover seu negócio.

Há vários modelos que eles podem atuar, como parcerias pagas no Instagram, posts pagos, como afiliados. Vale a pena saber mais sobre esse tipo de marketing.

4. Anúncios pagos nas Mídias Sociais

Você pode gostar...

Outra forma muito importante de promover seu negócio é por anúncios pagos no Instagram, Facebook e Google. Essas são as principais fontes de tráfego que você pode usar para promover seu dropshipping.

O custo é flexível e há grandes chances do seu público estar nestes canais. Com pequenos investimentos, é possível começar a entender como esses canais funcionam e escalar na medida em que suas vendas também aumentam.

5. Email marketing

Apesar de estar meio esquecido, o email marketing é uma excelente forma de divulgar seus produtos. Você pode manter um canal de comunicação com quem já comprou na sua loja, mandando promoções e novidades. Também, pode ter uma lista de pessoas interessadas no seu nicho, compartilhar conteúdos e enviar promoções de vez em quando.

Vantagens e desvantagens do Dropshipping

Se você já pesquisou por drop shipping por aí já deve ter visto de tudo. Pessoas afirmando que é o melhor dos mundos, que você pode ganhar dinheiro no piloto automático, enquanto viaja o mundo e vê sua conta bancária engordar. Há também os que afirmam que é um sonho que virou pesadelo. O fato é que existem experiências diferentes que falam bem e outras nem tanto.

Sem dúvida, como qualquer modelo de negócio, há pontos positivos e negativos. Vou listar alguns aqui e conto com a sua ajuda nos comentários para compartilhar comigo o que você acha de ter uma loja virtual dropshipping.

Vantagem: Custo de entrada

Esta é uma das principais vantagens. É barato começar no Dropshipping. Por não precisar de estoque e a logística ser feita por um fornecedor, abrir uma loja neste modelo se torna mais acessível do que uma tradicional. Claro que ser barato é diferente de ser fácil, mas isso é outra história.

Vantagem: logística terceirizada

Esse é outro ponto que torna o dropshipping atrativo. O fato de não precisar se preocupar com o envio dos produtos é um ponto que chama a atenção. Contudo, não se esqueça das regras do ecommerce no Brasil e que há a questão das devoluções. Na maioria dos casos, situações de devolução de mercadorias e dos valores pagos, serão sua responsabilidade.

Vantagem: Foco na aquisição de clientes

Gerencia o estoque, compra e venda de produtos é uma tarefa que exige tempo. Se você não tem um time, certamente é uma das atividades que irá consumir mais do seu tempo como dono do negócio. Por não precisar lidar com isso, você pode focar na aquisição de clientes. Já que a entrega e estoque serão gerenciados por cada fornecedor.

Desvantagem: Competição acirrada

Ao mesmo tempo em que o custo de entrada é uma vantagem, também permite que haja muita competição. Por isso, focar em um nicho pode ser uma estratégia para se diferenciar. Se você não tiver uma estratégia de entrada, com certeza irá ter muita concorrência. O que pode apertar sua margem de lucro.

Você pode gostar...

Desvantagem: tempo de entrega dos produtos

Como ainda há poucos fornecedores dropshipping nacionais, há grandes chances de você precisar buscar fornecedores em outros países. Caso opte pelos chineses, saiba que o tempo de entrega padrão costuma ser bem maior. Não é incomum ver produtos demorarem 30 a 60 dias para chegar ao cliente. Dependendo do seu segmento, esperar dois meses para o produto chegar não é viável.

Desvantagem: dependência dos fornecedores

Um dos segredos de um ecommerce droppshipping acaba sendo os fornecedores. Se eles forem bons, comprometidos e profissionais, tudo pode rodar bem. Se eles não forem, você pode ter problemas com seus clientes, caso a entrega atrase, o produto não seja de qualidade. Isso acaba sendo um risco, já que você vai depender deles fazerem um bom trabalho para não ter problemas com quem compra de você.

Saiba mais: Facebook Marketplace: Como funciona e dicas para vender muito mais

Estas são algumas informações importantes para você que deseja ser um empreendedor digital e começar um negócio online. O dropshipping é apenas um dos modelos possíveis se você deseja criar seu próprio negócio. Há outras formas de usar a internet para ganhar dinheiro. Neste post separei outras ideias que podem te interessar.

Agora, eu quero saber de você: qual sua opinião sobre o dropshipping e, se depois das informações que você viu aqui, você ficou interessado em saber mais sobre essa forma de criar um negócio digital, Conta para mim nos comentários.

Você pode gostar...

Você também pode gostar

Você pode gostar...

Artigos Relacionados

Artigos patrocinados

1 Comentário

  • Avatar

    oi camila, tenho interesse em drop nacional, ainda nao tenho loja… mas gostaria..nao tem uma lista de empresas que possamos trabalhar… com produtos qu edemoram 30 60 dias pra chegar eu nao quero.. eu nao gosto de esperar tanto …e nao tenho coragem de vender um produto que demora esse tempo todo pra chegar. obrigada pelas informações

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial